Pesquisar neste blogue

26 de dezembro de 2013

Prendas de Natal

Muito obrigado amigos pelas prendas de Natal que tive no sapatinho.



19 de dezembro de 2013

Finalmente utrapassei os 12.000 pcts de todo o mundo

Já não sei quantos dias passaram desde que passei os 10.000 pcts. Devido a alguns factores uns gerais outros pessoais nos últimos tempos tem sido mais difícil conseguir pacotes para a colecção e para trocar.
Enfim com este ritmo de euforia, para não lhe chamar outra coisa, a vida do coleccionador não está fácil se quiser andar em cima do acontecimento.
Séries e mais séries, pacotes individuais e mais pacotes individuais por tudo e por nada. Pior é o estado a que chegaram as trocas exigências e mais exigências. Também os preços dos envios não ajudam muito.
Concentração de encontros em determinadas zonas do país, agora também almoços que já servem para fazer pacotes, para além dos casamentos e baptizados. Isto implica deslocações e/ou estadas principamente nos que ficam a uns quilómetros, mais as portagens das auto-estradas ou ex-scuts.
Em 2012 enviei 260 pcts em média por mês, em 2013 enviei em média 150 pcts/mês. Devo ter para aí 12.200 pcts para troca, que só devo conseguir trocar daqui a 20 anos.
Em sensivelmente 4,5 anos, não são muitos mas são os que consegui, pois não se pode estar dedicado a 100% a este tipo de coleccionismo. Também não ando para aí a comprar caixas e caixas de açúcar, excepto uma ou outra e na sua maioria nos super/hipers e algumas séries num outro encontro próximo, quer de marcas quer do próprio encontro.
Não é meu objectivo ter muitos pacotes ou ser o coleccionador com mais pacotes, no entanto sempre que atingo um objectivo fico contente. Ainda me faltam 3.000 para os 15.000, a este ritmo ainda vai demorar.

Em termos de balanço durante o ano de 2013, ainda dei a conhecer 24 pacts salvo erro, o que para um coleccionador que não tem qualquer contacto em embaladoras ou cafeeiras, é de louvar. Recordo 20 pcts da Nicola, 2 da Sucrame, 1 da Delta e 1 da Silveira, tudo encontrado em cafés ou trazido por amigos.





Aproveito a oportunidade para desejar um Feliz Natal e um bom ano de 2014.

11 de dezembro de 2013

Quantidades e custos dos pacotes de açúcar

Muito se tem dito sobre este tema, daquilo que é do meu conhecimento e que talvez possa ajudar alguns.
No processo de rotogravura, já abordado neste blog, http://ppatm.blogspot.pt/2013/06/como-sao-feitos-os-pacotes-de-acucar.html , que utiliza rolos impressores gravados em baixo relevo, se por hipotese tivermos um rolo de 32mm, talvez possam existir outras medidas tipo 45 mm etc.
Vejamos a hipótese de:




Segundo o que veio a publico para uma quantidade mínima de 50.000 pacotes, que poderá custar 1.000 €, desconheço se com gravação ou sem gravação dos rolos necessários. Experimentem dividir 1.000 por 50.000 e acham o custo do pacote, aproximadamente 0.02€.

Se desejarem uma série de 6 pacotes, 50.000 a dividir por 6 dá aproximadamente 8.333 séries que neste caso corresponde ao numero de "linhas de impressão". De cada vez que um a embaladora faz uma série de 6 pacotes e para um determinado peso em papel que poderá rondar uma tonelada, 100kg, juntem 5/6 gr de açúcar e terão para aí quatrocentos kilos à vossa disposição. Por isso meus amigos há pacotes para todos os coleccionadores de mundo e também para rasgarem e colocar no lixo ou recentemente para reciclar com fins humanitários.

Como em Itália se pode comprar 140 pacotes por um preço que não deve ultrapassar os 60€, ficando cada pacote a aproximadamente 0,42€, vendê-los a 1,5€ ou mais parece-me um bom negócio. Como as casas em Portugal são pequenas para abarcar tanta quantidade de açúcar, a MuSugar é e continuará a ser um sucesso, enquanto a febre dos pacotes privados continuar, principalmente nos coleccionadores privados, pois a MySugar também trabalha com empresas. Não estou com estas palavras contra qualquer empresa ou contra alguém em particular, apenas tento ver a realidade para lá da loucura, da ânsia e porque não da ganância.

Estão a ver porque não faço pacotes numerados no verso em que a frente é igual, é apenas um número de orientação na folha, nem portugueses nem estrageiros. No caso dos sticks o esquema na folha é diferente.

Os comentários estão bloqueados.

Mais uma troca Nacional e outra Internacional

Mais uma vez obrigado por estas duas trocas.
Muchas gracias por lo cambio.
Foto ainda em monte:
3 Séries das ilhas canárias, brasões 24 pcts, Lucha canaria talvez 21 ou mais.