Pesquisar neste blogue

12 de novembro de 2010

Brinquedo popular - Ciclista -1999

Devido ao esgotamento temporário do papel ou dos papéis mais comuns, foi imprimido com dupla afixação, em 1999, a seguinte etiqueta:
Falta a atm de 85$00, por falta de trocos entre outros problemas.

20 comentários:

Fringosa disse...

Aquilo que vejo sou mesmo azarento!...
Nunca tive essa sorte.

Vítor Vieira disse...

Faltam os recibos desta série , ou quem tirou esqueceu-se!
O que me deixa em dúvidas seguinte:
- O papel Ciclista esgotou em 1992 e por essse motivo circulou o papel Espigueiro..então se esgotou em 1992 como aparece em 1999 !!

Fringosa disse...

É daqueles mistérios que só quem as tirou do distribuidor pode esclarecer.

Pedro Rodrigo disse...

Amigos
Obrig pelos comentários.
Informo que esta série saiu mesmo.
Como deve ser do vosso conhecimento, antes dos ctt tentarem moralizar o mundo das atm, através da "data de validade das atm" e de solicitarem a todas as estações para devolverem os papeis antigos, os rolos ficavam nas máquinas e quando o papel actual esgotava, colocavam o que estava disponível. Informo ainda que tenho conhecimento de mais uns papeis antigos que circularam nesta época da dupla afixação e início do euro. Também já vi algumas peças circuladas em vários sites e tb em algum ou outro fórum, e eu própio tenho algumas peças.
Relativamente aos recibos não os pretendo mostrar, mas para mim também pouco importa, faço colecção de atm's e não de recibos.
E como diz o povo está imprimido está imprimido.
Aliás estas séries podem ser encontradas à venda no catálogo Maçâs que veio arruinar o negócio das atm, segundo algumas informações.
Cps

Fringosa disse...

Assim é que é falar « está imprimido está imprimido ».
Cada um colecciona o que quer ou pode.

Vítor Vieira disse...

Acredito que alguns rolos tenham ficado esquecidos em algumas estações e depois por ignorância do funcionário ou chefe de estação os tenham colocado nas Máquinas já fora de tempo.É provável ... Mas para provar isso era necessário os recibos.Nesta caso teriamos uma óptima série e se houve cartas circuladas no local da máquina seria interessante,gostaria de as ver..

O Maçãs vende estas séries e outras sem os recibos!! Etiquetas Crouzet sem os respectivos recibos valem o que valem , ele que apresente os recibos das séries fora de tempo,não convém não é!

Eu já tirei milhares de etiquetas já desde o escudo em vários locais e nunca encontrei nada dessas coisas que o Maçãs vende,eheheh

Pedro Rodrigo disse...

Pois é amigo.

Se o maçãs vende com recibo ou não não sei, nunca lhe comprei nada, nem irei comprar.
O recibo apenas prova que foram tiradas e só serve para a contabilidade. A peça circulada prova que circulou.
Como ninguém em Portugal assume a responsabilidade e nos catálogos só aparece aquilo que interessa a alguns, tens o exemplo do marrequinho em euros, quando as máquinas estavam fora de serviço e o papel era o euro, pode-se assumir que desde o dia da emissão o papel poderá aparecer até acabar. Tenho conhecimento que as galinhas foram imprimidas em 2005.
Só porque não tem recibo ou porque não circulou, ou não se tem, não se pode dizer que não presta.
Muito mais havia para dizer, neste mundo maravilhoso das atm.
Cps

Vítor Vieira disse...

Em relação ao papel Marrequinho , estamos a falar de um papel anterior ao do simbolo do euro , este circulou mesmo em Dupla Afixação , eu tenho os recibos de várias máquinas. Não podemos comparar com os papeis que já estavam fora de serviço à largos anos. Mostra-me os recibos em Dupla Afixação do Ciclista e do Espigueiro? Claro que não porque não os tens. Isso foi tudo feito na mesma máquina!! Os recibos têm a data , numero da máquina e a numeração são importantes.

Pedro Rodrigo disse...

Que eu saiba os catálogos não catalogam atm com e sem recibo.
Por vezes tiro atm sem recibo outras vezes com recibo, conforme a pressa.
Como já referi não pretendo mostrar os recibos.
Não entendo a expressão "feito na mesma máquina", claro que foram imprimidas numa máquina como todas as outras.
Para mim a atm é prova suficiente.
Cps

Vítor Vieira disse...

Um coleccionador tira sempre as etiquetas Crouzet e o respectivo recibo que é impresso no mesmo tipo de papel , em relação às etiquetas das outras é diferente.

Os que não coleccionam e apenas tiram para circular uma carta nem ligam ao recibo. É esta a diferença...

O catalogo Michel de ATM´s , cataloga os recibos Crouzet , não sabias?

Vou propor-te uma aposta, mostras os recibos da série Ciclista e os recibos da série Espigueiro e podes até tapar o numero de máquina.
Ofereço-te só por mostrares aqui no teu blog o seguinte:

- 1 série Frama taxas de 1987 da maquina 010

prazo : 1 dia

cumprimentos

Pedro Rodrigo disse...

Amigo Vitor
Poupa as atm para as tuas trocas e baldrocas.
As atm são selos sim, mas têm uma forma particular de coleccionar, digamos não são rigidas, cada qual colecciona o que como quer.
Os meus conhecimentos de alemão são fracos ou nulos.
Podes me ensinar onde estão catalogadas as séries com recibo, pois não percebo nada daquela bodega.
Tenho conhecimento que o ciclista foi imprimido em 2000 e 2001.
Com já referi não colecciono recibos das atm's, com papeis antigos, muito menos, não vá o rolo acabar e ficar com a séries incompletas.
Também já referi que não irei mostrar os recibos.
Cps

Vítor Vieira disse...

O catalogo cota os recibos Crouzet , salvo erro erro = Quitting ( catalogo Michel )

Só pedi para ver os recibos , como nunca os vi. Agora séries dessas já vi aos montes e sei quem as tem aos montes , fabricadas claro , por esse motivo não há os recibos, ehehe

Pedro os recibos das Etiquetas Crouzet são tão valiosos , eu dira mais valiosos na colecção.

Recibos das Etiquetas Ciclista e Galinhas em escudos são bem procurados , uma vez que a maioria das séries que existem foram vendidas pela Filatelia , é o exemplo as séries em escudos que tenho no meu Blog de trocas.

Pedro essa de não tirar os recibos com medo que as séries fiquem incompletas não cabe na cabeça de ninguém.

Estes comentários é só para esclarecer-mos e separar o que é legal e manipulado , daí muitos coleccionadres não se interessarem pelas Atm´s.

Se te aparecerem com Espigueiro em Euros tu trocas e metes na tua colecção? é que deve existir , mas não me vejam dizer que circulou

Fringosa disse...

Recibo = Quittung.
Valem mais que a maioria das séries completas.
Pois os SVV vendidos pela filatelia não tem recibos.
Todos sabemos onde estão 90% dos selos de valor variável, na Alemanha.
Quem os tem, que os guarde bem guardados.................

Pedro Rodrigo disse...

Obrigado pela informação.

Mas nos catálogos Michel que consultei até hoje, nunca vi avaliação para a expressão "quittung".
Vou estar atento aos próximos.
Ainda bem que os recibos valem mais que as etiquetas.
Recibos e números no verso das atm só servem para negociantes fazerem dinheiro às paletes, por isso não ligo a esses pormenores. Muitas vezes até só tiro um recibo e outras vezes não tiro.
Penso que alguns coleccionadores confundem manipulação com impressão.
Quanto à legalidade, há quem diga que os falsos valem mais que os verdadeiros.
Cps

Fringosa disse...

Anda a ver mal ou está muito desactualizado!
Por exemplo o "Quittung" número 3 vem cotado por 50 Euro.
Vale mais um recibo que todas as séries exceptuando a de correio azul de 1995.
E pode juntar todas as em euros ou em dupla afixação deste papel, quer sejam imprimidas na posição normal, invertida, no verso, e em todas as formas possíveis.

Pedro Rodrigo disse...

Amigo
Devo mesmo andar a ver mal ou ando um pouco desactualizado.
Coloquei uma imagem do catalogo Michel que tenho aqui no blog.
Só 50 euros, pensei que fossem mais valiosos.
Cps

Vítor Vieira disse...

Em minha opinião os recibos servem para provar a legalidade. Os comerciantes vendem as séries fabricadas sem os recibos , para que ninguém os possa acusar , pois o recibo tem a informação toda.

Achas normal , impressão invertida e no verso ? - não o é. E já agora os recibos invertidos também tens?

Como dizes tá imprimido tá imprimido...pois tá pois foi através de manipulação.Estas Etiquetas é que servem para os comerciantes fazerem dinheiro.

Como dizes cada um colecciona o que quer

Pedro Rodrigo disse...

Eu até nem só técnico de máquinas e não percebo nada disto, mas pode acontecer imprimir no lado contrário.
Será que o michel cataloga o quittung invertido????
Deve ser valioso..
Cps

Vítor Vieira disse...

Vê melhor no catalogo

Fringosa disse...

«Amigo
Devo mesmo andar a ver mal ou ando um pouco desactualizado.
Coloquei uma imagem do catalogo Michel que tenho aqui no blog.
Só 50 euros, pensei que fossem mais valiosos.
Cps»
Realmente anda muito desactualizado!... É influencia dos preços abusivos de alguns pseudo-comerciantes cá da praça.
Se acha que 50 euro é pouco, então peço desculpa, pois estou a tratar com um milionário das etiquetas, daqueles que pedem centenas de euros por framas de 7 escudos impressas no papel tipo II e III.
Quanto ao catalogo já respondi, mas vejo que ainda é mais teimoso que eu.
Cumprimentos